Anais do X Seminário do Trabalho

Trabalho, Crise e Políticas Sociais na América Latina

23, 24 e 25 de maio de 2016 – UNESP/Marília

GT-5A

TRABALHO, ECONOMIA E SOCIEDADE
CRISE, TRABALHO E A DEMONIZAÇÃO DO GOVERNO PT PELOS NEOPENTECOSTAIS
O CENÁRIO DE CRISE DO NEODESENVOLVIMENTISMO E DO NEOPOPULISMO E SEUS REFLEXOS NOS RUMOS DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: O CASO DO PRONATEC
A ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO NO SÉCULO XXI: UMA REFLEXÃO A RESPEITO DE SEU PAPEL COMO FONTE DE DIREITO TRABALHISTA EM FACE À ASCENSÃO DE NOVOS ATORES
NAS FÍMBRIAS DO SISTEMA: AS OFICINAS DE TRABALHO INFORMAL DO CENTRO COMUNITÁRIO “NOVA MARÍLIA” (SP).
AUTOMAÇÃO E TRABALHO: UMA ANÁLISE A PARTIR DA CRÍTICA DA ECONOMIA POLÍTICA DE MARX
A LEGALIDADE DO DIREITO DE GREVE DOS SERVIDORES PÚBLICOS NO SISTEMA JURÍDICO BRASILEIRO
CRISE E NEOLIBERALISMO: O FORTALECIMENTO DA MACROECONOMIA PERVERSA NO BRASIL E SEUS REFLEXOS NA ESTRUTURA ECONÔMICA NACIONAL DE FHC À LULA.
TRABALHO DECENTE, RELAÇÕES DE PODER E VISIBILIDADES DOS AGENTES SOCIAIS NO MATO GROSSO DO SUL, NO PERÍODO DE 2010 A 2015
INFORMALIDADE NO SETOR CALÇADISTA BRASILEIRO: UM ESTUDO COMPARADO ENTRE TRÊS MUNICÍPIOS 
AS RELAÇÕES DE TRABALHO X ESPAÇOS DE NEGOCIAÇÃO DOS ASSISTENTES SOCIAIS NA POLÍTICA DE ASSISTENCIA SOCIAL DA REGIÃO DE PARANAVAÍ/PR
METODOLOGIAS PARTICIPATIVAS PARA O FORTALECIMENTO DA AUTONOMIA DOS EMPREENDIMENTOS DE CATADORES DE MATERIAIS RECICLÁVEIS
O SINDICALISMO ENTRE O MERCADO E A SOCIEDADE: A EXPERIÊNCIA DA UNIÃO GERAL DOS TRABALHADORES
PROLETARIADO E CLASSES MÉDIAS: DIALÉTICA DA QUANTIDADE E DA QUALIDADE COMO DETERMINAÇÃO DA FRONTEIRA DE CLASSES EM MARX